PUBLICIDADE

Banner

Cá Entre Nós - Márcia Freire

Márcia freire foto Nilzete Santana.jpg

(Foto: Nilzete Santana)


 
'Márcia Freire', icônica artista soteropolitana é também reconhecida como o "furacão loiro da Bahia" e um dos nomes mais marcantes na história da Axé-Music. Essa sagitariana arretada e intrépida é considerada uma das maiores puxadoras de trio-elétrico de todos os tempos.
Sua ascendente e eletrizante carreira se iniciou como a maioria dos artistas baianos, no barzinho, revezando-se na noite baiana, encheando a bagagem de experiência, cativando o público, a exemplo de 'Daniela Mercury', 'Netinho', 'Sarajane' e tantos outros que assinalaram a carreira nacionalmente e conquistaram fãs, paradas de sucesso e tudo o mais que consolida a carreira de um astro. 
Anos depois foi convidada para ser a principal voz da banda 'Cheiro de Amor', onde com todo o seu talento construiu uma carreira brilhante junto a um dos blocos mais tradicionais do Carnaval de Salvador.
Ao longo da sua carreira, 'Márcia Freire' coleciona títulos como o de vencedora do prêmio "Dodô e Osmar" como melhor cantora do Carnaval de Salvador durante os anos de : 1993, 1994, 1995 e 1996.
Ela foi também a primeira cantora baiana a gravar um CD ao vivo, trabalho este que lhe concedeu o disco de ouro, e por 18 anos emplacou mais de 30 músicas  na paradas de sucesso de todo o país, o que lhe rendeu também os discos de Platina e Platina Duplo com sucessos como "Auê", "Canto ao Pescador", "Rebentão", "Lero Lero", "Pureza da Paixão", "Adrenalina", "Doce Obsessão"...
Passado esse período, 'Márcia Freire' engatou carreira solo e chegou a conquistar projeção internacional com a música "Vermelho".
Detentora de um suingue e de uma voz inconfundível, 'Márcia Freire' já teve as suas múiscas em trilha de novelas globais, entre outros projetos, como o "Casa de Samba", em parceria com utros artistas, além do DVD de comemoração pelos 20 anos de carreira, o qual contou com participações especiais.  
Hoje, 'Márcia Freire' continua cantando em carreira solo, lançando músicas esporadicamente e se apresentando em eventos especiais, sempre com um repertório cheio de hits, relembrando sua fase áurea na 'Banda Cheiro de Amor". 
Fora do carnaval da Bahia a cerca de quatro anos, em 2016 ela voltou a se apresentar na capital soteropolitana no comando de um trio independente, percorrendo o circuito Barra-Ondina. Ela sempre será um show!
Entrevistada exclusivamente para o BACANUDO.COM, a pintassilga parou por alguns minutos o seu treino de musculação, prática diária que a deixa ainda mais linda e sarada, para atender gentilmente ao nosso portal. Desfrute!
 
*Meu livro - "O Pequeno Príncipe", de Antoine de Saint-Exupéry.
*Meu filme - "O Morro dos Ventos Uivantes", de Emily Brontë.
*Minha música - "O cio da terra", de 'Milton Nascimento' e 'Chico Buarque'.
*Minha cidade - Salvador.
*Minha cara - Praia.
*Minha bebida - Vinho.
*Minha comida - Lasanha.
*Minha estação do ano - O verão.
*Meu paraíso - A Praia do Forte, na Bahia.
*Minha fraqueza - Chocolate.
*Meu pecado - O da gula.
*Meu vício - Cantar.
*Meu medo - Da morte.
*Minha flor - Orquídea.
*Meu esporte - Corrida.
*Meu lazer - Cinema.
*Minha etiqueta - Sinceridade.
*Meu cheiro - Do perfume "Chanel nº 5".
*Meu ídolo - Meu pai. 
*Meu sonho - Estou vivendo.
*Minha inspiração - A vida.
*Meu arrependimento - Não ter terminado o curso de Arquitetura.
*Meu compositor - Chico Buarque.
*Meu restaurante - O "Gattai", em Salvador.
*Minha paisagem - O mar.
*Minha indiferença - Para mentira.
*Meu exagero - Ser verdadeira demais.
*Minha impaciência - Para tempo perdido.
*Meu lugar no mundo - Na minha casa.
*Meu lugar na casa - Na sala.